domingo, abril 03, 2005

SEGUE-ME À LUZ

Podia ser podia ser meu
Podia estar podia estar no céu
Tinha de ser hoje deixar fugir
Para voltar só para voltar a ser

Podia dar tudo o que eu julgo ter
Isso era ver tudo no seu lugar
Mas uma razão no caos só o amor sabe ver
Dá-me a coragem mãe para não deixar de ser eu

Segue-me à luz na escuridão não

Ser tão perfeito é ser só uma metade
E ninguém imagina o que te passa no fundo
É estranho quando dou por mim no mundo bizarro
E mais ainda quando lá o mais bizarro do mundo sou eu

Segue-me à luz na escuridão não.

©Pluto

Manel de volta depois de nos ter abandonado com os Ornatos...

3 comentários:

PO disse...

das melhores do tio manel...

PO disse...

passou-se mais de uma hora desde o último post e ainda ando às voltas com essa música...

CookieMonster disse...

Pois... As músicas do Manel costumam ter esse efeito. Aliás, mais prolongado ainda do que algumas horas ou dias...